Flackernflimmern.com – Bill Kaulitz: “Dou imensas respostas nas minhas músicas (…)” // Tradução

Parte 1:

image host

“ich muss durch den monsun, hinter die welt” estas são as linhas que fizeram Bill Kaulitz e a sua banda Tokio Hotel famosa em 2005. Ao mesmo tempo, o produtor Oliver Schwabe começou a reconhecer os Tokio Hotel e ficou fascinado com eles: “o que realmente achei interessante foi que o Bill combinou todos os códigos das subculturas e, mesmo assim, tivesse lugar nos media convencionais”.
Guiado por esta fascinação, Oliver Schwabe tentou entrar em contacto com a banda. Mas falhou devido ao sucesso e à alta demanda dos Tokio Hotel: “Por essa altura, estava a trabalhar num filme e tentei contactar-te [Bill], mas não consegui”.

Hoje, 12 anos depois, Oliver Schwabe e os Tokio Hotel fizeram o documentário “Hinter die Welt” (em inglês: beyond the world), o qual estreou no Filmfestival Cologne. No contexto do painel “Beuys will be Beuys”, Bill Kaulitz e Oliver Schwabe falaram como é que construíram confiança mútua, sobre o processo de desenvolvimento e como é que usaram o filme para retratar a banda. Oliver Schwabe filmou os Tokio Hotel durante os últimos dois anos nas suas tours mundiais, no estúdio e no meio ambiente deles. Quando começaram a falar sobre trabalharem juntos, Bill convidou Oliver: “tivemos sessões no Skype e de repente o Bill disse-me: «pára de falar. Apenas vem cá. Depois vais ver o que é possível». Depois, voei directamente para o México. Cheguei à noite e voltei para o aeroporto às 6h da manhã para ver a banda chegar”. Ler mais…

14.09.2017 – Focus Magazin: Bill e Tom falam sobre política; Berlim, Alemanha // Vídeo + tradução

Já decidiste em quem é que vais votar no domingo?
Tom:
Agora queres saber em quem? *risos* Primeiramente, na CDU por causa da Angela Merkel. Acho que é extremamente importante pensar no futuro e globalmente na Alemanha. Tenho a sensação de que na Alemanha há muitas pessoas que desejam ter de volta os “bons velhos tempos”. É o que eu mais oiço. Muitas vezes é sobre dizerem que “tudo era melhor antigamente” e essas coisas assim. E eu acho que isso é difícil. Ler mais…

28.06.2017 – Entrevista Bill para Iconist.de // Vídeo + tradução

image host

Clica aqui para veres o vídeo :)

Tradução:

No guarda-roupa de Bill Kaulitz

Bill: Estes são sapatos de mulher do Marc Jacobs. Comprei-os do meu tamanho. A moda sempre foi um modo de vida para mim. E de provocação. E com isto de mulher, como disse, compro um tamanho maior. Isso tira as pessoas do sério. Estivemos recentemente em tour pela Rússia e havia muitos seguranças locais que eu sabia que se eles vissem um rapaz de salto alto, eles iriam ficar irritados. Um(a) professor(a) de dança não me queria ensinar porque eu estava a vestir roupa de desporto branca.
Mira: Fica-te muito bem. Esse modelo é para mulher ou para homem? Ler mais…

11.09.2017 – VIP Toiletten-Party (Alemanha) // Vídeo + tradução

Repórter: Existem diferenças entre homens e mulheres na casa de banho?
Bill: Penso que se se beber alguns copos as diferenças acabam. E, de um modo geral, diria que as casas de banho das mulheres são um pouco mais limpas do que as dos homens.
Repórter: Porquê? Ler mais…

032c.com – Um cigarro com… Bill Kaulitz // Tradução

Em 2001, quatro rapazes de Magdeburgo, Alemanha, fundaram uma banda de rock e chamaram-na de “Tokio Hotel”. O êxito do single “Durch den Monsun” [“Through the Monsoon”] do quarteto inundou a Europa e causou um frenesim nos adolescentes. França reportou um aumento de inscrições nas aulas de alemão nas escolas secundárias – as letras alemãs angustiosas provocam um súbito interesse em língua estrangeira – o dinheiro da carteira foi gasto em viagens de autocarro para os recintos dos concertos, os posteres foram colados nos tectos por cima das camas de solteiro, e as tatuagens adesivas temporárias de B’s tortos foram comparadas nas casas de banho públicas. Histeria inocente de fãs. Bill Kaulitz, o cantor da banda, tinha 14 anos na altura.

Cinco álbuns de estúdio e uma mudança para Los Angeles depois, Bill Kaulitz acabou de terminar a tour Dream Machine com os Tokio Hotel. Enquanto se regenera em Berlim, veio cá para fora fazer uma pausa para um cigarro com a Eva Kelley do 032c e falou sobre os hábitos de nicotina e o porquê de Los Angeles ser o refúgio perfeito. Ler mais…